Prêmio bim.bon Senai de arquitetura divulga vencedores de 2015

Data: 10/06/2015
Fonte: Monitor Digital


Clique aqui para ler a matéria direto da fonte.

Em 2015, o prêmio bim.bon Senai de arquitetura se consolida entre as principais premiações do setor e anuncia os vencedores de sua quarta edição, que além de projetos de Arquitetura, contemplou ainda uma nova categoria, a de Design de Produto ? ambas divididas em Profissionais e Estudantes. O projeto profissional que ganhou o primeiro lugar de Arquitetura é a Casa Chassi, de Bernardo Horta e Pedro Haruf, que será construída dentro da Minascon, uma das principais feiras de construção civil do Brasil, de 24 a 27 de junho, quarta a sábado, em Belo Horizonte.

Patrocinado pelo Senai / FIEMG, o prêmio bim.bon tem como objetivo colocar profissionais criativos em contato direto com a indústria, abrindo caminho para que soluções inovadoras sejam de fato concretizadas e alcancem o público final. ?Acreditamos que o desenvolvimento da arquitetura de qualidade depende de unir o talento criativo e o pensamento dos profissionais ao desenvolvimento das indústrias. Ao fazer essa ponte, o prêmio bim.bon aposta na melhoria da qualidade da arquitetura?, explica o arquiteto Roberto Andrés, arquiteto e coordenador da premiação.

Profissionais

Nesta edição, os projetos inscritos na categoria Arquitetura tinham como desafio planejar uma casa conciliando processos construtivos industrializados, facilidade de adaptação em diferentes contextos, versatilidade espacial e economia de recursos financeiros e naturais. A Casa Chassi atendeu à proposta: seus sub-módulos de 3 m por 9 m permitem a construção de diversas plantas com diferentes tamanhos. O projeto oferece ainda vários tipos de cobertura, inclusive plana, para terraço, ou teto jardim, ideal para casas populares em contextos urbanos. Uma verdadeira casa produto, aberta e adaptável, mas com imagem concisa e icônica.

As soluções da nova categoria Design de Produto foram divididas em Mobiliário e Iluminação. Todos os produtos deveriam reunir inovação, facilidade de adaptação a diferentes ambientes e usos, materiais com ciclo de vida compatível ao do objeto, racionalização do processo produtivo com economia de recursos financeiros e naturais.

O projeto profissional de Mobiliário premiado foi o conjunto Mesa a Quatro Mãos e Cadeira Junta, de Lean Telles Xavier, que tem design divertido e conceito ?faça você mesmo?. O produto oferece boas soluções de montagem e desmontagem, utiliza madeira e alumínio, materiais recicláveis e com vida útil longa. Já a luminária Vaga Lumens, de Angelina Blömker, Ba?rbara Polidori Backes, Se?rgio Backes e Conrado Novo, ganhou o primeiro lugar de Iluminação aliando inspiração na natureza e tecnologia. Um sistema de sensores avalia continuamente a luminosidade do ambiente permitindo controlar a intensidade da luz necessária a cada momento.

Estudantes

Dentre os projetos de estudantes da categoria Arquitetura foram selecionadas a Casa Industrial, de André Braz, Cristiano Dayrell, Andreia Campos e Walisson Caetano, e a Casa Tetriz, de Ingra Arellano. A Casa Industrial pode ter unidades agrupadas em áreas urbanas e possui diferentes sistemas de controle de iluminação e ventilação natural permite criar configurações adequadas ao clima de cada região do país. A Casa Tetriz se baseia em dois blocos, social e íntimo, e utiliza madeira e aço, o que contribui para a dinâmica espacial tanto em implantações individualizadas quanto em conjuntos geminados.

Na categoria Design de Produto, Mateus Finotti Fontes foi o estudante vencedor em Mobiliário com a linha XisMonta, que conta com uma mesa de jantar, com tampo redondo ou quadrado, e quatro cadeiras. O conjunto prima pelo design e pela facilidade de transporte, montagem e desmontagem, que é realizada sem a utilização de parafusos ou ferragens. Na iluminação, a LightBox, de Vitória Procópio Cavalari, conquistou o primeiro lugar pela originalidade em solucionar o problema de andar pelo quarto escuro. Com sensores de luz, presença e temporizador, ela acende automaticamente após a lâmpada do aposento ser apagada e permanece ligada por até 60 segundos, tempo suficiente para o usuário chegar à cama.

Entre as inscrições de estudantes, o prêmio bim.bon contemplou ainda um projeto de Revestimento: o Colbie, inspirado nas colmeias e desenhado por Vitor Okuma Lonchiati, Mariane Lumi Mukai e Naomi Fukuyama Parra. ideia considerou todos os critérios de avaliação, apresentando soluções de montagem, desmontagem, embalagem e análise do ciclo de vida do objeto com flexibilidade e personalização.

Outros Premiados

As habitações Módulo.Um, de Giulianno Camatta, Guilherme José, Marcos Franchini e Pedro Lodi, e Casa Y, de Christian D'Abruzzo e Roberto Branco, também foram premiadas na categoria Arquitetura Profissionais. Os móveis TRIAN, do escritório Bria Design, a Mesa Balloon, de Rodrigo Rocha, e a luminária Leta, de Adonis Alcici e Debora Fantinato, também foram selecionados em Design de Produto Profissionais. Dos projetos de Estudantes, outros contemplados são a Cadeira com Reutilização de Persianas, de Elenice Lopes, e a luminária B.L.O.C, de Marcelle Bezerra Marques.

Leia também

» Minascon/Construir Minas movimentou R$ 95 milhões » Votorantim Metais apresenta vantagens sobre galvanização no MINASCON 2015 » Programação técnica é destaque no primeiro dia do Minascon 2015
Promoção e Organização
Fagga
Realização
Sistema FIEMG
Informações & Vendas:
+55 21 2441-9100
construirminas@construirminas.com.br
Endereço:
Rua Salvador Allende, 6.555
Barra da Tijuca - Rio de Janeiro, RJ